Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Patrícia Lobo

...

06.11.12 | Patrícia Lobo
São tempos de espera, em que nada parece certo ou errado e os cigarros vão desaparecendo para dar lugar às cinzas. E um pouco mais de mim morre, quando sinto a tua presença tão ausente em mim. E um pouco mais de mim se vai, por saber que segues sozinho o teu próprio caminho. Mas permanece sempre aquela ardente esperança que me impede de te voltar costas e deitar ao vento todas as beatas e memórias antigas.

4 comentários

Comentar post