Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Patrícia Lobo

Camila

25.04.19 | Patrícia Lobo

IMG-5688.jpg

 
Eu tenho um amigo que é mesmo muito chato. Gostava que soubessem disso, para perceberem como é que a Camila veio parar cá a casa. Mas, para além de chato, tem o maior e melhor coração do mundo.
 
No final de Janeiro, a Camila foi resgatada de uma vida de maus tratos e negligência, juntamente com outros dois cães, a Carlota, que já foi adoptada, e o Barbas. Foram encontrados numa casa que parecia estar abandonada, presos a correntes, sem comida e apenas com água da chuva já verde, em baldes. Simplesmente, foram esquecidos ali.
 

51689254_2202785943272584_9026209900979552256_n.jp

 
É chocante, eu sei. A Camila do início do ano e a Camila de agora. Depois de mais de quatro anos a viver ao frio e à chuva, o resultado não podia ter sido outro. Mas apesar de todas as atrocidades pelas quais teve de passar, e ao contrário do Barbas que ainda não deixa que ninguém se aproxime dele com medo, a Camila mostrou-se muito afectuosa desde o primeiro contacto com pessoas.
 
A partir desse momento, o meu amigo chato, que faz parte da associação que resgatou a Camila, Associação Amigos dos Animais de Rio Maior, começou a sondar algumas pessoas de confiança para conseguir que ela fosse adoptada. Eu fui uma dessas pessoas e a minha primeira resposta foi negativa. Primeiro, porque adoptar um animal requer bastante ponderação e, segundo, porque não sabia se reunia todas as condições para prosseguir com a adopção. Andámos nisto do "Não queres adoptar a Camila? Ela é tão querida! Vais adorá-la!" durante dois meses (percebem agora como ele é chato?), até que o meu amigo me falou em ser FAT, Família de Acolhimento Temporário. O objectivo seria acolher a Camila da minha própria casa, oferecer um lugar confortável para ela estar e dar-lhe muito carinho, enquanto que todas as despesas ficariam por conta da Associação. Hoje, sou FAT da Camila, mas não por muito mais tempo.
 
É claro que ela já não vai a lado nenhum! Os papéis da adopção estão prontos para serem assinados. A Camila já conquistou todos cá em casa, mesmo quando nos rouba e destrói meias! Ser FAT fez-me ver que tinha mais do que condições suficientes para mantê-la feliz comigo. E eu sou feliz por a ter por perto ♡
 
E vocês, conheciam o conceito de FAT? Já foram FAT de algum animal? O que pensam sobre isso?

20 comentários

Comentar post