Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Patrícia Lobo

Dom | 02.06.19

Leituras de Junho

Por Patrícia Lobo

BCE8FCBF-1480-4B61-A0F5-C56442491EE9.JPG

 

Confesso que este calor me tem dado cabo do juízo. Sou, sem dúvida, uma pessoa do frio e é disso que eu estou a precisar agora. Disso e de tão boas leituras para Junho, como aconteceu em Maio.

Como já vem a ser hábito e este mês não será diferente, as participações mantêm-se nos clubes literários The Bibliophile Club e Net Book Club. Serão as próximas leituras quando terminar Demência, da Célia Correia Loureiro. Estou a adorar o livro e toda a história que a Célia criou, mas isso é tema para outro post que espero escrever em breve. Por outro lado, tenho andado a descurar o Projecto Accio e pretendo voltar a tocar nesse tema, com o quinto e maior livro da saga Harry Potter, ainda este mês.

Deixo-vos agora a lista de leituras para o mês em que finalmente tenho férias!

 

The Bibliophile Club

Os livros comprados no Dia Mundial do Livro ainda se arrastam na estante. Se Esta Rua Falasse*, de James Baldwin é um deles. Já teria pegado nele há mais tempo, mas estive indecisa entre ele e o Demência e este segundo ganhou numa votação que fiz no Instagram. Decidi então esperar pelo mês de Junho para perceber se se encaixaria na nova categoria do clube. Fiz tão bem esperar! Autores Negros foi a categoria escolhida pelas fundadoras do clube.

 

Se esta rua falasse, esta seria a história que contaria: Tish, 19 anos, apaixona-se por Fonny, que conhece desde criança. Fazem juras de amor e conjuram sonhos para a vida a dois. Sensual, violento e profundamente comovente, este romance é uma bela canção de blues, de toada doce-amarga, com notas de raiva e ainda assim cheia de esperança. Publicado pela primeira vez em 1974, Se esta rua falasse é o quinto romance de James Baldwin, um dos nomes maiores da literatura americana do século XX e uma das vozes mais influentes do activismo pelos direitos civis. Um romance manifesto contra a injustiça da justiça e uma história de amor intemporal, é hoje tão pertinente e tão comovente quanto no dia da sua publicação. - Wook

 

Net Book Club

O livro de Maio foi maravilhoso, e podem ver a minha opinião aqui. Para Junho, a escolha também promete. O país escolhido na votação nos instastories do @_netboobclub_ foi a Polónia e o livro lido será Viagens*, de Olga Tokarczuk.

 

O coração de Chopin é secretamente levado de volta para Varsóvia pela sua irmã; uma mulher vê-se obrigada a regressar à Polónia para envenenar o seu primeiro amor, moribundo numa cama; um homem começa a enlouquecer quando a mulher e o filho desaparecem misteriosamente, apenas para, do mesmo modo, reaparecerem subitamente — através destas e outras histórias e personagens, brilhantemente relatadas ou simplesmente imaginadas, Viagens explora, ao longo dos séculos, o significado de se ser um viajante, um corpo em movimento, não apenas através do espaço, mas também do tempo. De onde provimos? Para onde vamos ou regressamos? - Wook

 

Projecto Accio

A colecção ficou completa em Maio, depois de algumas atribulações com o último livro da saga. Porém, ainda só li quatro dos livros, pelo que planeio retomar a leitura da saga com o quinto, Harry Potter e a Ordem da Fénix*.

 

Harry Potter está prestes a começar o seu quinto ano na Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts. É, aliás, com ansiedade que aguarda o regresso às aulas para rever os seus amigos Ron e Hermione que, estranhamente, deram muito poucas notícias durante o Verão. Contudo, o que Harry vai descobrir neste novo ano em Hogwarts vai transformar radicalmente todo o seu mundo e a sua vida... - Wook

 

Quais são os vossos planos para Junho? Contem-me tudo nos comentários.

 

* Este blog é agora afiliado da Wook.

3 comentários

Comentar post